VII Conferência de Assistência Social é realizada em Tabocas

Publicado em: 17/09/2019 9:43:59

A VII Conferência Municipal de Assistência Social foi realizada no dia 06 de setembro, no Centro Comunitário de Tabocas do Brejo Velho, por meio do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) em parceria com a Prefeitura de Tabocas do Brejo Velho, através da Secretaria Municipal de Assistência Social.

O tema desse ano, “Assistência Social: Direito do Povo, com Financiamento Público e Participação Social” foi apresentado aos representantes de entidades de classe, à vice-prefeita Gisele Gleiser, vereadores e secretários municipais. O prefeito Humberto Pereira da Silva foi representado pelo secretário de administração Benvindo Modesto.

A palestra foi conduzida pela psicóloga e palestrante Laediane Dourado Oliveira, que apresentou três eixos importantes, os direitos socioassistenciais e o dever do estado para a consolidação do SUAS frente aos impactos da crise financeira da União, do estado e dos municípios; a gestão e o financiamento público para a rede de proteção social do SUAS e a relação com os órgãos de garantia de direito e, democracia participativa, o controle social e o protagonismo do usuário no SUAS.

Essa é mais uma Conferência realizada pela atual gestão, onde também foi realizado debate do tema discutido, a construção de propostas e eleição das delegadas que participarão da Conferência Estadual de Assistência Social, sendo eleitas Jesuíta Reis de Araújo e Naiara Rodrigues Queiroz de Oliveira.

A secretária de Assistência Social Leonor Farias destacou a importância da participação da população e de representantes dos órgãos públicos na Conferência. “A Conferência faz parte de um processo amplo de diálogo e democratização da gestão pública. Hoje foi um dia muito intenso de trabalho, onde todos os participantes tiveram oportunidade de expressar suas ideias e opiniões, contribuindo assim para a criação de diretrizes que farão toda a diferença na gestão”, disse Leonor.

Leonor acrescentou ainda, sobre a política dos serviços de assistência social e as ações do SUAS. “A política dos serviços socioassistenciais só existe quando há melhoria na vida das pessoas e o povo só existe quando se faz presente. Esse evento se estabelece em um momento histórico em que há ‘ameaças ao Sistema Único de Assistência Social – SUAS’, o que requer redobrar esforços para assegurar ampla participação de usuários, trabalhadores, movimentos sociais, representante de entidade e, ou, organizações de assistência social, conselheiros e gestores”, concluiu.

 

 

 

Crédito: Jayme Modesto – Jornal Gazeta do Oeste.